Hibria: Atitude e qualidade de uma pouco conhecida no Brasil.

Lá estava eu e a Sra. Chicletes Menta para mais um sagrado Porão do Rock, já é tradição pra nós mesmo esse ano onde o Porão teve poucas grandes atrações, das várias bandas que tocaram no Porão eu queria ver duas, o Planet Hemp e a banda gaúcha Hibria banda que eu conheço a pouco mais de 2 anos.

O show do Hibria começou (uma coisa boa do porão é que os shows não demoram muito pra começar, a diferença de tempo de um show pra outro é muito pequena) e meus amigos, que show FODÁSTICO!!! a banda manda muito bem mesmo e superou minhas expectativas mais otimistas.

Na parte instrumental (parte que eu entendo muito pouco rsrs) a banda é quase perfeita mas o que chama atenção mesmo e o desempenho do vocalista Iuri Sanson, o cara é muito carismático, tem uma presença de palco incrível e uma potência vocal fora de série que supera atualmente, na minha opinião, grandes vocalistas do metal nacional como André Matos e Arílio Netto (não fiquem bravos, é só minha opinião que não vale muita coisa) além de tudo os caras são humildes, tratam o público muito bem, essa humildade que mantém o Hibria com sua formação quase que  original coisa que mantém a essência da banda intacta.

Hibria conseguiu a incrível façanha de fazer um show bom por inteiro, não teve um minuto ruim no show dos caras, até nas músicas que eu não conhecia eu pulei e bati cabeça, a energia da banda é extremamente envolvente.

O ponto alto do show foi na musica Steel Lord on wheels música do primeiro álbum dos caras e provavelmente a mais famosa, depois fecharam com Tiger punch outro momento inesquecível desse show.

VALORIZEM O METAL NACIONAL!!! essa frase é bem clichê eu sei, mas shows como esse do Hibria me fazem pensar em como nós desvalorizamos nossas bandas que pagamos pau pra bandas de fora, só que as nossas bandas são tão boas quantos as de fora, vamos valorizar nosso movimento pra quem sabe um dia fazer com que o metal seja um dos principais estilos musicais do Brasil, talento pra isso nós temos de sobra.

E pra quem disse que esse seria um Porão do Rock ruim, só tenho a dizer que das 6 vezes que fui ao Porão essa foi a segunda melhor, e foi melhor inclusive que a edição do ano passado onde tocaram duas das minhas bandas favoritas (Angra e Raimundos) não percam a oportunidade de conhecerem um som novo, pois vale a pena e o ingresso do Porão é muito barato.

Cantigas de Roda: O Grande retorno do Raimundos.

Uma das maiores bandas dos anos 90 aqui no Brasil (e a minha banda favorita) voltou a ativa, o Raimundos gravou um novo CD com músicas inédias depois de 12 longe das gravadoras.

O Raimundos Recebeu um duro golpe no ano de 2001 quando seu vocalista Rodolfo deixou a banda para se dedicar a vida cristã, agora seu guitarrista Digão assumiu os vocais e o Raimundos voltou a fazer sucesso por todo Brasil!!

Espero que gostem deste som 🙂

Matanza: bom humor e irreverência de uma das bandas mais queridas do Brasil.

Fala galera beleza? queria me desculpar pois fiquei doente na última semana e não pude postar conteúdo, mas estou de volta pra arregaçar e disseminar o Rock’n roll para nosso mundo.

Hoje trago a vocês uma das bandas mais irreverentes e queridas do Brasil, a incrível banda carioca Matanza essa banda que produz um som original chamado de “Countrycore” e faz músicas muito engraçadas com temática do velho oeste, um som pesado legal e envolvente.

Espero que gostem desse som 😉