Mulheres do rock/metal – Parte III: Girlschool, The Runaways e Crucified Barbara

Girlschool é uma banda de heavy metal formada apenas por mulheres (Kim McAuliffe, Denise Dufort, Enid Williams e Kelly Johnson). Girlschool (tal como as The Runaways) teve o apoio dos Motörhead no inicio, com tournés conjuntas.

Donas de um heavy metal cru e raivoso, construiram uma bela carreira num mundo de homens!+

Este ano, na tourné comemorativa dos 40 anos, os Motorhead voltam a convidar as Girlschool para lhes fazerem companhia!!

com Motorhead:

The Runaways: a banda que de 76 a 79 revolucionou o rock/metal nos EUA e mostrou que nem só de homens vive o rock/metal.

Já aqui falámos de Joan Jett, falta falar de The Runaways, banda americana de metal composta só por mulheres (que também tiveram o apoio dos Motorhead no seu lançamento) que nos trouxeram, entre outros hits, Chery Bomb:

«A banda acabou oficialmente em 1979, por causa de problemas internos e externos. Havia muitas críticas da imprensa americana, que não estava preparada para ver garotas adolescentes com atitude, que escreviam e tocavam as próprias músicas e seus próprios instrumentos. Existiam também os problemas internos de constante troca de integrantes, e sub-gênero do rock a ser seguido. Joan Jett, guitarrista base, preferia o punk, enquanto Lita Ford tinha preferência pelo Heavy Metal. A banda acabou, mas deixou a mensagem principal de que mulheres podem fazer Rock.

Após o término do grupo cada integrante seguiu em carreira solo, formou uma nova banda, ou mudou de profissão:

Joan Jett

Continuou a tocar guitarra e formou uma nova banda, chamada Joan Jett & The Blackhearts, e fizeram sua própria gravadora em 1980. Joan Jett foi uma das ex-integrantes que melhor se recuperou. Regravou a clássica música I Love Rock ‘N’ Roll da banda britânica The Arrows, e emplacou outros sucessos como “Bad Reputation”, “Crimson and Clover” e “I Hate Myself For Loving You”.

Lita Ford

Gravou pela Polygram discos solo. Fez sucesso com músicas como “Kiss Me Deadly” e “Close My Eyes Forever” (a segunda num dueto com Ozzy Osbourne).

Sandy West

Tentou iniciar algum projeto com Lita Ford, mas nada ocorreu. Criou a Sandy West Band e fez turnês na Califórnia nos anos 80 e 90. Em 2005 foi diagnosticada com câncer e morreu em 21 de Outubro de 2006.

Cherie Currie

Começou uma carreira de atriz e posteriormente fez um álbum (Young And Wild) com sua irmã gêmea, Marie Currie.

Micki Steele

Entrou para a banda The Bangles que fez sucesso nos anos 1980.

Jackie Fox

Ingressou na Universidade de Harvard e tornou-se advogada.

Vicki Blue

Formou uma banda com Cherie Currie, mas nunca gravaram nenhum álbum, então o projeto acabou. Lançou um documentário junto com Jackie Fox sobre a banda chamado Edgeplay: A Film About The Runaways.

Laurie McAllister

Saiu da banda para entrar em uma outra também só de garotas, chamada The Orchids. Faleceu em 25 de agosto de 2011 em decorrência de doença respiratória aos 54 anos.

Kim Fowley (produtor)

Continuou escrevendo e produzindo para diversos grupos de artistas no anos 70 incluindo Kiss, Helen Reddy, Alice Cooper e Slade.

Em 2010, foi criado um filme que conta a história desde a formação da banda, ao final dela. Lançado nos EUA como The Runaways e no Brasil como The Runaways – As Garotas do Rock»

In Wikipedia

Crucified Barbara: Hard rock/glam metal sueco e… em feminino! É preciso ter um bom estômago para não desmaiar com a voz sexy de Mia Coldheart, a guitarra poderosa de Klara, as linhas de baixo de Ida e a potente bateria de Nicki. Cruficied Barbara rocks!!!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s